Falar sobre beleza é sempre um exercício de subjetividade, uma vez que cada um tem sua percepção particular do belo. Mas às vezes nos deparamos com uma obra, uma produção, que transcende o universo dos conceitos individuais, e consegue sensibilizar a todos. 

O trabalho de Daniela é assim. Bebendo na fonte dos designers da Bauhaus e sua estética radicalmente moderna, passando pelos dinamarqueses e pelos grandes mestres brasileiros das décadas de 50 e 60, Daniela propõe um design em que simplicidade e complexidade andam juntas. Simplicidade de traço, complexidade de conceito, resultando em produtos que surpreendem de maneira sutil, não "acertando na veia", mas sim abrindo um caminho direto ao coração. Porque os produtos que Daniela assina são encantadores, quando vistos e também experimentados. 

 

Estamos falando de um mobiliário no qual o traço conciso e expressivo, a harmonia de proporções e o verdadeiro conforto - aquele proporcionado pela ergonomia - manifestam-se de maneira ubíqua, não deixando dúvidas quanto à maturidade de uma trajetória pessoal.

 

Daniela começou cedo. Ainda hoje lembra das aulas de desenho no curso técnico do antigo Cefet, onde o professor exigia o preenchimento, com linhas horizontais e verticais à mão livre, de folhas inteiras de papel sulfurizê A2 - para "soltar o traço". Deu certo.

Daniela Ferro graduou-se em design pela Universidade Federal do Paraná. Desde sempre, trabalhou muito ligada à indústria, e não parou mais. Quem convive com ela sabe de sua determinação em seguir adiante, transitando com desenvoltura e paixão neste universo dinâmico do design brasileiro contemporâneo.